Veja Como Vender no Mercado Livre

Anúncios

Muita gente quer ter uma loja virtual, mas não sabe como vender no Mercado Livre, o que pode ser uma opção mais barata e mais interessante para quem está começando. Na verdade, as plataformas de marketplace, em geral, podem ajudar pessoas que sonham em começar um negócio pela internet, mas não tem muito dinheiro para investir no seu próprio site ou app.

O marketplace nada mais é do que um shopping virtual, desse modo, milhares de empreendedores podem montar suas lojas em um único lugar. Assim como um shopping center, o marketplace oferece toda a estrutura e segurança para que várias pessoas o visitem. Hoje, só no Brasil, existem diversas opções, possibilitando a venda de produtos mesmo para quem não tem uma loja física.

Anúncios

Investir em uma plataforma de marketplace pode ser a chance de muitos pequenos negócios expandir o seu mercado. Pois, não importa onde está o vendedor, ele vai enviar a mercadoria que o cliente comprar. Este artigo vai focar em uma das maiores plataformas de marketplace da América Latina e o leitor vai poder descobrir como vender no Mercado Livre.

Como vender no Mercado Livre – Vantagens de escolher este app

O Mercado Livre surgiu em 1999, desse modo é um dos sites pioneiros quando se trata de vendas online. A marca nasceu na Argentina, mas se expandiu por toda a América Latina, e hoje sua sede fica em São Paulo. Afinal, o Brasil é o maior mercado que a plataforma atende. São milhões de visitas diárias, e consequentemente, milhões de negociações.

Sabendo disso, é possível afirmar que, em primeiro lugar, a principal vantagem para vender no Mercado Livre está na visibilidade que o site proporciona. Além disso, pelo tempo de mercado e políticas de pagamento a marca conquistou o público quando o assunto é segurança. Isso porque além das avaliações sobre as lojas e os produtos que estão ofertando o Mercado Livre só repassa o pagamento quando produto chega certinho nas mãos do cliente.

Na sequência, é impossível não citar a vantagem financeira que o Mercado Livre proporciona aos lojistas. Afinal, os custos são mínimos para montar uma loja online na plataforma. Se a pessoa escolhesse criar um site próprio, ou app o valor do investimento do desenvolvimento e as despesas de manutenção seriam mais altos. Claro, ter um site próprio é bastante interessante, mas para marcas que estão começando pode não ser a melhor opção.

Anúncios

O preço para manter uma loja online no Mercado Pago é mínimo, isso porque o vendedor só paga uma comissão pelo o que vendeu. Isso significa dizer que ele pode criar quantos anúncios quiser e vender centenas de produtos. Por fim, outra vantagem de escolher o Mercado Livre na hora de criar uma loja virtual está na possibilidade de usar também o Mercado Envios. Este serviço ajuda o vendedor na hora de otimizar as entregas.

Como vender no Mercado Livre – Criando uma loja virtual

Agora que o leitor já conhece as vantagens do app, é hora de aprender como vender no Mercado Livre. O primeiro passo, é a criação da conta, que pode ser feita no app, ou pelo site. Neste ponto vale dizer que o Mercado Livre permite que pessoas físicas ou jurídicas anunciem produtos. No entanto, se a pessoa tem a intenção de criar uma loja virtual robusta e completa é fundamental criar uma conta por meio do CNPJ. Pois, desse modo ele vai passar mais segurança para o cliente na hora de fechar negócio.

Após criar sua conta, é hora de começar a anunciar os produtos. Com a conta logada, o usuário vai clicar na opção “vender”, em seguida o app vai solicitar que ele crie um nome para o seu anúncio. O ideal é que este título seja objetivo, pois assim será mais fácil o cliente encontrá-lo quando estiver buscando um produto. Afina, o título vai mostrar o que o vendedor está oferecendo. O próximo passo é selecionar uma categoria para o produto, uma dica para escolher a melhor é ver em quais categorias outros vendedores estão ofertando o mesmo produto.

Na hora de preencher o anúncio, é fundamental que o vendedor capriche nas fotos, e coloque todas as informações necessárias sobre o produto. Como, por exemplo, o estoque, as variações, caso o produto tenha opções em outros tamanhos ou cores. Na opção “ficha técnica” o vendedor pode detalhar ainda mais o produto, indicando qual o material que é produzido, peso, espessura, entre outras informações. Por fim, mas não menos importante o vendedor não pode esquecer de colocar o preço do seu produto, e as condições de pagamento.

Outras plataformas de Marketplace

Apesar de ser uma das maiores opções do mercado, com uma estrutura completa de Marketplace, o Mercado Pago não é a única opção. Por isso, elencamos outras opções caso o leitor tenha interesse de pesquisar.

  • Shopee
  • Magazine Luiza
  • Amazon
  • Via
  • Netshoes

Considerações Finais

Para saber mais acesse a seção “aplicativos”. Hoje, com tantas opções de Marketplace disponíveis vale a pena avaliar ou escolher uma de acordo com o segmento do produto que a pessoa vende. Não há dúvidas de que por meio dessas plataformas é possível vender muito mais alcançando públicos de outras cidades, ou outro estado.

Anúncios