Aluguel social — Veja quais cidades que pagam este benefício

Publicidade

Conhecer benefícios como, o aluguel social, pode tirar pessoas de situação de rua. Nos últimos anos o Brasil está passando por um momento crítico na área econômica. Com isso, tem como efeito o aumento nos preços de diversos produtos e serviços. Dessa forma, muitas pessoas estão passando por situações que necessitam da ajuda do Estado. Por isso, existem tantos auxílios com objetivo de dar o básico para a população mais carente.

Famílias de baixa renda são as mais afetadas pelas crises e descasos da sociedade. Pois, o país é muito desigual socialmente, ou seja, uns com muito e outros com nada. Assim, a questão habitacional não poderia ser diferente. Por isso sendo um déficit maior que 5,6 milhões de moradias. Além de diversas outras dificuldades enfrentadas como, casas precárias, espaços pequenos para muita gente e tantos outros.

Publicidade

Ter acesso a esses benefícios sociais salvam diversas pessoas nas mais diferentes situações. Por exemplo, Auxílio Brasil, Carteira do Idoso, Bolsa Verde, entre outros. Para todos os casos podem existir um programa que de acesso a direitos básicos. Portanto, é necessário que o quem tem direito a receber alguns deles. Atente-se as regras!

Aluguel social (imagem Google)

Conheça o benefício Aluguel Social  

O aluguel social é um benefício que paga uma quantia em dinheiro que equivale ao valor do aluguel. Contudo, não é um apoio definitivos, assim, tendo prazo limitado, o que depende da situação. Servindo para diversas situações que possam dificultar o uso de uma moradia digna, por parte da população. Com isso, buscando dar estabilidade residencial, além de evitar que mais pessoas se ficam nas ruas.

De forma geral as regras para o programa podem mudar para cada região. Então, algumas cidades podem ter benefícios maiores ou menores, bem como, requisitos diferentes das demais. Portanto, é necessário estar atualizado da situação da sua cidade. Entretanto, mesmo ainda não sendo de nível federal o auxílio já ajuda e ajudou muita gente. Por isso, pode ser uma boa para quem realmente está passando por uma situação de aperto.

Sabendo que, é uma medida importante para famílias que querem uma moradia adequada, é essencial que algumas dúvidas sejam tiradas. Para isso, o cidadão pode recorrer a prefeituras e governos estaduais, desde que este seja o dono do projeto. Pois, em muitos estados apenas algumas cidades participam, ou então apenas os municípios aderem.

Aluguel Social — Saiba quem pode receber e outras informações

Como dito antes, todas as situações do benefício dependem de quem está ofertando. Pois, o programa ainda não se tornou federal, ou seja, nem todos podem receber. Porém, de qualquer forma uma parte de estados e municípios já aderiram, e o cidadão pode aproveitar e tentar entrar no processo. Enfim, o melhor a se fazer é procurar uma via de atendimento da sua cidade e tirar a dúvida.

Publicidade

Em grande maioria, as ofertas de dinheiro para aluguel estão entre, R$ 350 e R$ 600. Além disso, buscam ajudar de forma principal, famílias de baixa renda que se encontram em situação de moradia precária. Assim, se o cidadão se encaixa, ele mesmo pode requerer o uso do benefício, ou então, alguma pessoa que conhece alguém em situação parecida.

De qualquer forma, mesmo não havendo unidade do aluguel social, geralmente não é tão diferente. Contudo, pode haver regras que limitam ou abrem espaços para outras categorias. Dessa forma, pode beneficiar universitários, vítimas de violência doméstica, entre outros casos. Por isso, é essencial procurar quais situações podem ser atendidas em cada região.

Veja os Estados que pagam o auxílio

  • Maranhão
  • Goiás
  • São Paulo
  • Rio de Janeiro
  • Santa Catarina
  • Minas Gerais
  • Rio Grande do Sul

Lembrando que nem todas as cidades contam com o aluguel social. Assim como, outras, até em diferentes estados, oferecem a própria versão do benefício. Além disso, podem surgir situações anormais como, de grandes desastres. Por exemplo, casos de enchentes em áreas urbanas.

Outros tipos de programas sociais

  • Auxílio Brasil: O programa que veio para substituir o Bolsa Família, entretanto, existem algumas pequenas mudanças. Como a maioria dos auxílios sociais, este também visa atender milhões de pessoas em situação de escassez de renda. Além disso, trazendo algumas ideias do antigo projeto. Dessa forma, sendo uma ajuda essencial para várias famílias.
  • PETI: Programa de erradicação do trabalho infantil, ações que permitem retirar jovens com idade abaixo de 16 anos, da situação de trabalho irregular. Com isso, busca achar crianças que trabalham de forma antecipada, e entender a situação família. A partir daí, a família pode se beneficiar com uma renda fixa. Além disso, o jovem pode entrar em programas de orientação e deve voltar para a escola.
  • Cadastro Único: O CadÚnico tem o objetivo de armazenar a situação social de famílias baixa renda. Assim, todos os dados ficam dispostos para os governos. Portanto, se o cidadão quiser dar entrada em algum auxílio precisa estar com os dados pessoais e da família atualizados. Contudo, para ter acesso deve-se cumprir requisitos.

Considerações finais

O aluguel social pode ser de extrema importância para milhares de famílias brasileiras. Pois, como visto, pode ajudar com valores que ajudam em despesas com uma nova casa de aluguel. Então, sendo necessário entregar dados sobre como funciona o processo.

Para conhecer outros benefícios que podem ajudar de diversas maneiras, acesse a seção “benefícios” do site.