Boleto falso – Como posso evitar golpes?

Publicidade

Tentar pagar as contas pode ser uma missão comum, mas existe o risco do Boleto falso. A atenção, portanto, sempre tem que estar presente. Com isso, devemos ficar de olho em detalhes que passam despercebidos, conforme estamos analisando as nossas contas. O planejamento pessoal de finanças, dessa forma, tem que já ficar bastante firmado, uma vez que o risco de haver algum prejuízo com isso é forte. Os golpes virtuais tem ficado frequentes, mas o problema com documentos não autênticos pode ser ainda pior.

Na quantidade de transações, segundo o Banco Central, o pagamento por boletos só fica atrás do PIX. Ou seja, as chances de haver algum tipo de crime só aumentam, já que há mais pagamentos sendo feitos com o documento. Assim, você deve ficar com um olhar cuidadoso no pagamento de algumas faturas, além de não se deixar enganar por tudo o que vem nas suas mensagens. Se houver uma desatenção, nesse sentido, a proteção deve ser uma prioridade, sempre.

Publicidade

Assim como no PIX, o valor que pode ser retirado de pessoas com má intenção através dos boletos pode representar uma perda enorme. Saber contar com a ajuda de bancos é um passo fundamental, dessa forma, para conter os prejuízos e atenuar os problemas que podem acontecer. Com certeza, o cuidado com o dinheiro é o mais ideal em tempos de crise. Por isso, pagar boletos precisa ser uma tarefa vista com atenção, para não deixar escapar qualquer tipo de detalhe que possa favorecer um criminoso, por exemplo. Siga neste artigo e saiba mais sobre o tema. Boa leitura!

Boleto falso (imagem Google)

Como identificar um boleto falso?

Se você tem dúvidas acerca de algum boleto falso, pense, primeiramente, se você tem contas a pagar. Muitas vezes, somos persuadidos com uma cobrança que chega por email, ou, mesmo, por carta, sem se dar conta de que não fizemos nenhum pedido. Os dados que constam no pagamento, ademais, podem ser outro fator em jogo para saber se há ou não um documento falso para você. Fazendo essas checagens iniciais, você já consegue facilmente deixar de lado uma cobrança indevida e ter menos prejuízos.

Veja, quando for aplicar esses passos, se os dados do emissor e do pagador estão realmente coerentes. Isso pode já diminuir o peso na hora de saber se há ou não uma fatura falsa que tenha chegado até você. Em seguida, saiba se o documento pode ter uma confirmação a partir de um Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ). Quando você vai no site da suposta empresa, ela deve fornecer essa identificação, uma vez que é direito do consumidor ter essa informação de forma plena.

Se for o caso, você pode tomar atitudes extras. Por isso, procure ver, por exemplo, a página da Receita Federal na internet e procure por seu CPF. Lá, você vai ter informações mais confiáveis a seu respeito. Outro passo é ver se existe alguma possiblidade de ver se existe alguma cobrança pendente. Afinal, quanto mais rápido a pessoa ir atrás de uma solução, mais fácil o que precisa ser verificado tem uma solução simples. Agora, você pode estar imaginando como esse documento pode estar disponível para várias empresas. Os bancos de dados são montados com o fornecimento de detalhes, por isso é frequente a criação de boletos falsos.

Pagar contas com o boleto

Organizar as suas contas vai fazer você ter mais atenção aos detalhes que você viu antes. Em vista disso, observe se você tem condições de poder atualizar o seu registro, ou precisa fazer um novo ajuste. A razão disso é que para o crime não acontecer a pessoa deve ficar atenta, sem deixar escapar informações sensíveis. E por falar em norte, o que acontece é que cada um deve usar a sua bússola na hora de escolher o melhor caminho para não se deixar ser enganado. Saber qual a sua condição financeira requer, então, sempre estar em contato para saber o quanto deve.

Publicidade

É importante, primeiramente, ter intimidade com as contas a pagar, todo mês. A cada ano que passa, mais e mais pessoas vão encontrando formas de saber como gerar lucros a partir do que chega no seu celular. Em uma rotina complicada, cheia de afazeres, podemos nos esquecer facilmente dessas coisas mais importantes. Os bancos conseguem resolver esse problema com um pouco de agilidade, por meio das centrais de atendimento, se você tiver problema com boletos falsos. Ainda, sempre tenha em mãos algum recibo das compras. Dessa forma, você previne eventuais riscos.

Assim, a principal dica para optar pelo melhor tipo de solução para o golpe para você é se orientar pelo seu perfil de gastos. A relação com a pouca tentativa em aplicações que tenham algum tipo de risco que pode surgir com os pagamentos. Ou seja, você não pode deixar de lado a proteção dos seus investimentos e, sobretudo, caso você tenha prejuízos, algumas prevenções precisam estar a postos. Contar com um seguro sempre ajuda a dar mais segurança em transações e pagamentos que são recorrentes.